quarta-feira, julho 30, 2003

O Grande Escândalo

O momento da reflexao diante de um espelho é sempre muito peculiar, porque nele podemos tomar consciência do que, sobre nos mesmos, nao é possivel ver de nenhuma outra maneira.
A reflexao é um processo de conhecer como conhecemos, um ato de voltar a nos mesmos, a unica oportunidade que temos de descobrir nossas cegueiras e reconhecer que as certezas e os conhecimentos dos outros sao, respectivamente, tao aflitivos e tênues quanto os nossos.
Essa situaçao especial de conhecer é tradicionalmente esquiva para nossa cultura ocidental, centrada na açao e nao na reflexao, de modo que nossa vida pessoal é, geralmente, cega para si mesma. Parece que em alguma parte ha um tabu que nos diz: “E proibido conhecer o conhecer”.
Na verdade é um escândalo que nao saibamos como é constituido o nosso mundo experiencial, que é de fato o mais proximo da nossa existência. Ha muitos escândalos no mundo, mas essa ignorância é um dos piores.

ex-traido do livro de H. Maturana “ A Arvore do Conhecimento” Ed. Palas Athenas/200l

domingo, julho 13, 2003


Nos seres humanos, somos seres multidimensionais na linguagem. Em decorrência disso, ninguém é exclusivamente um cientista ou um filosofo. Além disso, todos nos geramos teorias cientificas e /ou filosoficas. Que isso possa ser assim, entretanto, nao é por si so uma fonte de problemas nas relaçoes humanas.

O que é uma fonte de problemas nas relaçoes humanas é nosso uso de teorias filosoficas ou cientificas para justificar nossa tentativa de forçar os outros a fazerem o que eles nao querem fazer, sob a alegaçao de que nossas teorias provam que estamos corretos ou que conhecemos a verdade, enquanto eles estao errados ou sao ignorantes

sexta-feira, julho 04, 2003

Gabriela, também sou da Paz!

Impunidade mata
Omiss?o enterra
Diga n?o à impunidade
Assine essa petiç?o




(Gabriela Prado Maia Ribeiro *30.08.1988 + 25.03.2003)