domingo, fevereiro 27, 2005



O TROLHA (Trouxa/Bolha)



É este o tamanho da trolha(gir. bras.), que tenho recebido por ter ajudado os US a invadir o Iraque!!!


Essa Guerra de Iraque...

Só bebendo uma garrafa de Araque (bebida arabe tradicional, feita de anis) para aliviar o anus...

terça-feira, fevereiro 22, 2005

NÃO VIVO PARA TRABALHAR; NEM TRABALHO PRA VIVER. VIVO POR VIVER!!!

E LEVO A VIDA, ONDE A VIDA ME LEVA!!!

segunda-feira, fevereiro 07, 2005

Finalmente acharam!

De nosso equipe de Outsite em Baghdad

Em uma pequena aldeia, localizada a alguns quilometros ao norte de Tikrit, cidade natal de Saddam Hussein, forcas de coalizão acidentalmente acharam um depósito clandestino que parecia ser um dos últimos segredos do velho regime bathista.

“Foi por acidente”, disse o sargento Billy Focker do 802nd Armoured Division. “ O tenente ordenou que nos virássemos à esquerda. Ao mesmo tempo outro blindado virava à direita. Acabamos batendo de frente. Foi pura força de colisão mesmo. O impacto abriu uma tampa no poeirento chão sobre qual os dois veículos passaram, e ambos caíram num enorme armazém subterrâneo, com quilometros de extensão.”

Depois de várias horas vasculhando o local, os soldados acharam portas escondidas que abriram uma espécie de enorme geladeira, cheia de milhares de containers lacrados. Uma equipe especial foi mandada pelo alto comando das forças militares para investigar.



“Primeiro, achamos milhares de cascas de mísseis vazios , com tamanhos diferentes, como se fossem desenhados para carregar munições de tipos bem variados. Imediatamente, tivemos a intuição de que podia ser para munições tóxicas ou até nucleares.” Disse Col. Dwight Nitwit da Brigada do Special Operations Unit. “Inicialmente, fiquei com calafrios, até me dei conta de que estava mesmo dentro de um enorme congelador, então vesti meu colete prova de balas de hortelã ( o exercito ainda tem falta de equipamento apropriado, como coletes prova de bala de kevlar).

“Abrimos o primeiro container e achamos milhares de pacotes de macarrão de vários calibres. Cada container tinha uma surpresa por dentro. Achamos fetuccini congelado em um, ravioli a pamegiana em outro, espaghetti a bolonhesa calibres “light “ e “pesado” em vários, e camada após camada de lasanha de várias cores em outros, e também caixas de fuzili, e latas e latas de nhoque aos quatro queijos. Então, finalmente, achamos um container maior do que todos. Nele estava impressa uma marca bem conhecido: redonda e dividida em seis segmentos alternados amarelo muzzarela e vermelho tomate. Perigo nuclear? Abrimos com muito cuidado. Lá dentro, tinha caixas e caixas de pizzas congeladas! A informação mais intrigante era que as datas de validade de todos os materiais armazenados venceram em 1991, a data da Primeira Guerra do Golfo. A utilização em larga escala deste material poderia ser potencialmente fatal para muita gente.”

O presidente Bush foi enfático durante seu discurso ontem em Davos:
'Tudo isso simplesmente confirma nossas suspeitas desde o início desta aventura, protagonizada por nossas heróicas forças no Iraque”, disse o Presidente. ” Sim , Saddam mentiu de verdade. Achamos milhares de toneladas de armas de destruição em MASSA, escondidas nos porões do nefasto regime de Saddam. Está justificada nossa cruzada democrática de invadir aquele sofrido país.”

Enquanto isso, o Primeiro Ministro Britânico, Tony Bleah!, suspirou com alívio e disse para nosso repórter: “Desde o iníciol, eu sempre sabia que tudo acabaria em Pizza!”