quarta-feira, agosto 09, 2006

filho da (pátria) mãe gentil

Um jornalista do Correio Brasiliense se dá conta que existe uma "casa de mulheres" (lupanar) em Brasília, à qual vão todos os políticos e decide fazer uma investigação a respeito.

Fala com a Madame Cafetina e pergunta:
- Dirceu vem aquí?
- Sim, claro. Dá gosto, um cavalheiro. As melhores meninas, o melhor champanhe, as melhores gorjetas. Cada vez que vem, é uma festa.

- Palocci vem?
- Sim, também. Mas não é a mesma coisa. Sempre pede desconto, nunca pede champanhe, nunca esta de acordo com a conta, sempre se queixa e nos ameaça com aumento de impostos.

- Mercadante vem?
- Sim, mas não procura meninas e sim meninos.

- E Lula?
- Também vem, mas esse fica só um pouquinho.
Entra, dá um beijo na mãe e vai embora.